25 de fevereiro de 2012

Gianecchini diz: “meu transplante foi um renascimento”

Por: Bafón  

Foi o único momento em que eu pensei, caramba, será que aguento isso??, disse Gianecchini

Depois da batalha para se livrar do câncer, Reynaldo Gianecchini deu entrevista à revista Época e falou pela primeira vez sobre o bem-sucedido autotransplante de medula óssea — realizado no fim de 2011 — e comemora o resultado do exame comprovando a ausência de linfomas no corpo.

“A operação de medula para mim foi um renascimento. Eu sabia que seria duro, mas não tinha noção. É uma quimioterapia que mata sua medula, aí você toma suas células de novo, as que foram salvas e são sadias. Foi o único momento de meu tratamento em que eu pensei, caramba, será que aguento isso?”, declarou.

A reportagem mostrou ainda que na última quarta-feira, foi retirado o cateter que estava em seu corpo desde a revelação do câncer e a volta de Gianecchini ao teatro, com a peça Cruel.

“A partir de 13 de março, vou começar bem devagar minha peça Cruel às segundas e terças. Faço o vilão, o cruel. Isso vai ser meio louco. Lidei com tanto amor, tanta gente vai me assistir, as pessoas tão carinhosas, querendo me rever no palco. E vou estar lá fazendo horrores (risos), supermalvado”, revela.