09 de fevereiro de 2013

Confira as piores fantasias do carnaval do último ano

Por: Bafón  

As fantasias de carnaval ocupam o lugar especial na imaginação dos carnavalescos. E, às vezes, por mais que tenham sido planejadas e passado por vários testes de figurino, o bom senso pode acabar de lado, priorizando a “criatividade” da escola.

Um exemplo é a fantasia que Valesca Popozuda vestiu no ano passado, quando desfilou pela Unidos da Tijuca. Ainda que melhor que o figurino de 2011, quando a funkeira se caracterizou de banana do “King Kong”, a fantasia de diabinha era carregada na quantidade de brilho, acompanhado pela forma achatada do derrière.

David Brazil sambou na Sapucaí pela Acadêmicos da Grande Rio com um look pesado e difícil de compreender. Assim como Rita Lee, homenageada pela Águia de Ouro, que foi destaque com um look futurista.

Algumas fantasias não foram tão bem-sucedidas no carnaval do Rio e São Paulo

O carnaval baiano do último ano também despertou o lado criativo dos artistas. Léo Santana, vocalista do Parangolé, ousou em uma fantasia de gosto duvidoso, baseada em vestimentas de imperadores. Em uma tentativa de parecer sexy e luxuosa, Daniela Mercury desafiou os limites do bom senso com uma espécie de fraldão.

Enquanto, o cantor baiano Netinho queria ficar a cara da riqueza em uma fantasia coberta por notas e moedas falsas, a cantora Gimelândia apostou em um look “Princesa Leia da Bahia”, com coque alto, para tentar arrasar no palco.

A folia baiana também revelou alguns exageros

Os bastidores do carnaval do ano passado também revelaram looks mal pensados. No camarote, Regina Casé apostou em uma figurino com excesso de brilhos. Também nos bastidores, o ator Caio Blat ornou o abadá com calça e cinto sociais. Com tiara verde limão e sandália laranja, a BBB Anamara teve dificuldades em compor um look colorido enquanto aproveitava o carnaval baiano.

Nem os bastidores foram poupados de algumas escolhas duvidosas